Terça-feira, 14 de Julho de 2009

É a Crise, só pode!

Acho, aliás, estou mesmo certa, que já falei disto aqui.

Não da crise, mas do que me faz pensar que realmente ela (a dita) se instalou mesmo por aqui.

Tem-me acontecido, de há uns dias para cá, ter que sair do metro na estação seguinte à que entrei.

E porquê?

Porque não aguento!

Juro que não aguento.

Deduzi então o seguinte:

A crise é tanta que uma grande maioria da nossa população (da que se desloca nos transportes públicos, pelo menos) está a poupar seriamente na agua.

E talvez no gás também.

O cheiro é insuportável!!

Entro no metro e apetece-me fugir. A sério.

É que não dá mesmo para aguentar.

Saõ muitos cheiros misturados, e engane-se quem pensa que são cheiros daqueles bons, a lavadinho!!

São de todo o tipo. Vão basicamente de mau, a muito mau, passando pelo completamente irrespirável!!

Vejo pessoas a tapar o nariz disfarçadamente com o dedo, a abanaram-se com os seus leques, até já vi pessoas a pulverizar o ar com perfume.

Mas nada resulta.

Não sou a única a ter que esperar por um metro que venha mais tarde, mas um pouco mais vazio.

Parece que assim torna a viagem, no mínimo, mais fazível.

Lanço o meu apelo novamente.

Pessoas que andam de transportes, eu sei que até trabalham, como, de resto, eu também, e que até está muito calor, e que alguns de vós até podem nem ter AC nos vossos estabelecimentos laborais. Mas vá lá, uma banhoca. nem que seja de dois em dois dias  pelo menos para as pessoas que vos acompanham nesta viagenzinha de volta consigam respirar e não fiquem verdes. E não caiam para o lado. E não fiquem de tal maneira mal dispostas que já não consigam jantar.

A sério.

Banhoca, please.

E, se não for pedir muito, se repararem que a roupa que usam já há uma semana também tem assim um certo cheirinho, era mudar, sim?

Que vos parece?

Banhinho, dentinho lavado, o belo do desodorizante, e só para rematar, uma roupinha lavada!

Não vos parece tão bem?

Vamos lá a fazer essa experiencia por favor.

E que já não sei o que fazer.

Ontem, tive que pedir a um senhor o favor de não respirar para cima de mim. Não aguentei.

E vou continuar a ter que apanhar um metro mais tarde, o que me atrasa o comboio, e por consequencia o autocarro na margem sul.

Dava-me jeito também conseguir chegar a umas horas giras a casa.

Daquelas que ainda me deixam fazer um jantar, tomar uma banhoca, e refastelar-me a ler ou ver um bocadinho de TV.

Agradecia a vossa atenção, pessoas que andam nos transportes, para este apelo.

Eu sei que há crise e tal.

Mas vamos poupar na electricidade, por exemplo!

Um banho ás escuras, não deixa de ser um banho.

Por favor.

Obrigada

 

sinto-me:
tags:

publicado por fairyland às 14:01
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

.Fairyland


. ver perfil

. seguir perfil

. 45 seguidores

.pesquisar

 

.Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. É a Crise, só pode!

.arquivos

. Junho 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Maio 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Mulheres de 30...

. Visto da Cantuária

. Perigo: carraças!

. Voar

SAPO Blogs

.subscrever feeds